Assaltos em Condomínio, a tecnologia e o descuido das pessoas.

condominio luxo assalto (450 por 338)

Saudações,

É comum notícias sobre assaltos e furtos em condomínios.

Muitas vezes condomínios bem equipados com a tecnologia mais moderna para combater invasões são assaltados.

Já tivemos casos de condomínios que possuíam até empresa de vigilância, botão de pânico, cerca elétrica e câmeras por todos os lados e, mesmo assim, foram vítimas de assaltos.

Lembro de uma reportagem de um canal de televisão, sobre uma invasão num condominio de alto padrão em São Paulo, extremamente equipado com sofisticado sistema de segurança onde o porteiro, inadvertidamente, abriu o portão para um suposto carteiro entregar uma correspondência de mão. Detalhe: ERA APENAS 7 HORAS DA MANHA! Dentro da caixa tinha uma arma, o porteiro foi rendido e o portão da garagem aberto aos comparsas que fizeram um arrastão no edifício.

Lembrando o que já foi dito, os assaltos acontecem quando a vontade (desejo do meliante) encontra a oportunidade (alguma falha no condominio).

Alguns assalto/furtos são planejados, bem elaborados. Os meliantes observam os sistemas de segurança e os procedimentos que são adotados pelos funcionários e moradores.  Neste caso, os meliantes adotam uma postura de vigilância próximo ao condominio para levantar todas as informações que precisam, inclusive, algumas vezes, conversando com os próprios funcionários.

Após o mapeamento das informações e dados necessários, elaboram o plano de invasão.

Concluímos que a grande maioria das invasões ou furtos ocorrem, principalmente, pelo descuido, seja dos porteiros ou dos próprios moradores, estes muitas vezes não tem qualquer noção dos princípios de segurança.

A vigilância eletrônica e as barreiras como cerca elétricas, sensores de barreiras, grades vazadas, boa iluminação, guarita bem posicionada, eclusas, etc., são equipamentos que se somam a segurança condominial. No entanto, se não tivermos procedimentos bem precisos, que contemplem uma ampla possibilidade das ações dos meliantes, de nada adianta a parafernália eletrônica.

É preciso levar esta discussão sobre segurança para dentro do condomínio, envolvendo e comprometendo todos, funcionários e moradores.

Finalizando esta discussão, é muito importante que o síndico invista na modernização dos sistemas de segurança, mas, na mesma proporção, invista na capacitação dos seus funcionários e, sobretudo, dos moradores.

Todos devem conhecer e praticar os procedimentos de segurança para a tranqüilidade de todos!

João Bosco Rebello

Consultor Condominial

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta